FOCA BRASIL - Fundação Organizacional de Comunidades Autônomas

divisor

Conscientização Econômica


Está sobrando mês no fim do seu salário?


Especialistas em orientação de famílias sobre o bom uso do dinheiro, chegaram a uma conclusão: a renda mensal da maioria dos brasileiros é suficiente para manter seu padrão de vida. Mesmo assim, a grande parte das pessoas das classes B, C e D está endividada.


Curiosamente, o dinheiro que falta na conta não foi verdadeiramente consumido. Em geral, costuma estar parado em algum tipo de estoque do endividado. Se você está entre os que de vez em quando entram no vermelho, faça uma experiência. Estime quantos reais existem parados em produtos na dispensa de sua cozinha. Some esse valor aos reais que estão parados no tanque de combustível de seu carro. Vá até seu guarda-roupa: quantas peças de roupas você nunca usou? Quanto elas custaram? E o que dizer de livros não lidos, DVDs não assistidos, eletrodomésticos nunca utilizados? “Se você quer gastar menos, compre para usar, não para ter.”


Temos no Brasil o hábito de comprar para ter, e não para usar. Aprendemos a estocar nos tempos de inflação, mas a atual inflação não justifica esse comportamento! Se tivéssemos o costume de comprar com mais frequência e em quantidades menores, estaríamos fazendo um favor para nosso bolso, evitando entrar no vermelho, e para o comércio, diminuindo a sazonalidade das vendas.


Outro importante hábito a ser conquistado é dar mais qualidade a nosso consumo.


Pensar duas, três, quatro vezes antes de adquirir aquele item dos sonhos. Que tal se desfazer dos estoques e dar um fôlego no orçamento, ou então usar o recurso da venda para se presentear com uma viagem?


A regra básica para enriquecer é gastar menos do que se ganha e investir com qualidade a diferença. Perceba que a regra começa com o verbo gastar. Gaste, portanto, com mais qualidade, para gastar menos.


Entendemos oportuno apresentar algumas recomendações feitas por quem entende do assunto. Vejamos:


Aprenda a poupar e a investir


Na organização de suas finanças pessoais, é muito importante que você siga uma determinada sequência. Primeiro, como você já viu, é muito importante regularizar suas contas. Depois disso, quando as dívidas não forem mais um problema, você certamente conseguirá identificar pontos a trabalhar em seu orçamento, possibilitando-lhe economizar.


Cumpridas essas duas primeiras metas, é então hora de trabalhar com o dinheiro a seu favor. Como? Investindo o dinheiro poupado!


Tenha sempre em mente a grande diferença entre poupar e investir. Ao economizar e guardar dinheiro, você pode estar deixando-o escapar, caso não opte por alguma alternativa que lhe reponha algumas perdas ao longo do tempo. Para isso, é bom conhecer dois conceitos: taxa de juro e inflação.


No mais, fica os conselhos do meu velho pai: sabendo usar não vai faltar.

© 2013 FOCABRASIL - Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Termos de uso